Milionário, discreto e sem inimigos: amigos relatam vida de ganhador da Mega-Sena assassinado no CE

0
47
Miguel Ferreira de Oliveira, ganhador de prêmio de R$ 39 milhões da Mega-Sena, foi assassinado a tiros em bar no interior do Ceará (Foto: Facebook/Reprodução)

Amigos e colegas descrevem como discreto e tranquilo o empresário Miguel Ferreira de Oliveira, de 49 anos, assassinado a tiros na madrugada deste domingo (4) no município de Campos Sales, a cerca de 480 quilômetros de Fortaleza. Segundo a polícia, a vítima era ganhadora de um prêmio de R$ 39 milhões na Mega-Sena, em um sorteio realizado no ano de 2011. A polícia investiga o crime; ninguém foi preso.

“Ele era uma pessoa tranquila, não ostentava que tinha dinheiro e era bem família. Via sempre ele com os filhos e à noite saía com a namorada. Não tinha inimigos e era querido por todos de Campos Sales”, diz o amigo e vizinho, Paulo Henrique da Silva.

O major Manoel Pinheiro se tornou amigo próximo de Miguel e conta que o empresário, conhecido na região como “milionário da Mega-Sena”, saiu da cidade natal no Ceará e migrou para São Paulo por volta de 1988, aos 20 anos. Lá, ele se casou e teve dois filhos. Em 2011, ao ganhar o prêmio da Mega-Sena, a família decidiu voltar a morar em Campos Sales.

Pinheiro recebeu um áudio do amigo minutos antes de ele ser morto, mas diz que não faz ideia do que pode ter motivado o crime. “Ele gostava de usufruir do prêmio. Era boêmio, saía, tomava cerveja, andava em carro bom. Gostava de fazer coisas de uma pessoa que tem uma vida financeiramente resolvida. Não era violento, era reservado. Ele sempre pedia conselho, me consultava”, disse o amigo.

Leia Mais no G1

COMPARTILHE